Daniel Imamura

Analista de SEO
Facebook Twitter Gplus LinkedIn RSS
formats

Ajax e SEO

em SEO

AJAX

Em busca de uma melhor experiência do usuário muitos sites têm buscado os recursos necessários no AJAX, porém a sua implementação pode acarretar diversos problemas de indexação. Em busca da melhor forma de se criar sites utilizando esta tecnologia, estudei, nos últimos seis meses, as melhores formas de se implementar sites em AJAX indexáveis nos mecanismos de busca.

Para encontrar a resposta que acredito ser a definitiva realizei diversas pesquisas que compartilharei com vocês.

Mas antes de chegar à solução precisamos entender rapidamente o que é o AJAX, como ele funciona e quais os benefícios e malefícios que sua implementação pode acarretar.

O que é AJAX?

AJAX é a sigla de Asynchronous JavaScript e XML. AJAX não é uma nova linguagem de programação, mas uma nova forma de utilizar as normas existentes para proporcionar uma melhor experiência do usuário.

AJAX é a arte de trocar dados com um servidor sem a necessidade de recarregar a página inteira, ou seja, recarregamos apenas a parte da página que nos interessa.

Como o AJAX funciona?

Nos sites tradicionais toda vez que o navegador tem que buscar novas informações no servidor e retornar para o cliente é necessário um “reload” da tela, mas com o AJAX isto ocorre de forma bem mais eficiente.

Através do AJAX a lógica de processamento fica a cargo na máquina cliente, ou seja, quando o usuário faz uma requisição para o servidor, quem busca e retornar as informações é o JavaScript de forma assíncrona. Realizando este processo de forma assíncrona não é necessário o “reload” da tela.

Benefícios do AJAX

Uma vez que o AJAX possibilita a troca de informações entre cliente e servidor sem a necessidade de “reload” da página o tempo de carregamento das páginas diminui, pois apenas as informações necessárias são trafegadas.

Não existindo o “reload” a experiência do usuário é aprimorada, diminui-se o tempo de carregamento e diminui-se a sobrecarrega dos servidores com requisições desnecessárias. Além do que, com o AJAX, são possíveis inúmeras implementações que fazem as páginas dinâmicas agirem como poderosos aplicativos da web, fato que através de uma página tradicional não seria possível.

Malefícios do AJAX

As implementações tradicionais de AJAX utilizam-se de hash (#) para funcionarem. Porém este símbolo é utilizado como âncora HTML, fazendo com que os mecanismos de busca não compreendam que a utilização deste na verdade não é uma âncora, mas sim a chamada de um novo conteúdo.

Fato que prejudica a indexação de páginas programadas desta forma. Outro problema ocorre no momento do trabalho de Link Building, pois todos os links gerados sempre estarão apontando para página que fica antes da hash, ou seja, tornando quase impossível um trabalho de Link Building direcionado para um conteúdo que só é exibido através da hash.

Para aqueles que não sabem os crawlers não executam JavaScript. Sendo assim, mesmo que o link com a sua hash sejam encontrados, ele não conseguirá acessar o conteúdo, pois este é exibido via Javascript.

O mesmo problema ocorrerá caso o visitante, por algum motivo, não consiga executar JavaScript em seu navegador.

Resultados da Pesquisa

Hashbang

Buscando uma solução para este problema de indexação, uma primeira solução que encontrei foi à utilização do que chamamos de hashbang (#!).

Nesta implementação o hash (#) é substituído pelo hashbang (#!) na URL. Desta forma o Googlebot sabe que precisa realizar um procedimento específico para indexação deste conteúdo.

Quando o Googlebot encontrar o hashbang ele o substituirá pelo parâmetro “?_escaped_fragment_. Desta forma o seu servidor deverá estar programado para retornar um instantâneo HTML.

A seguir existe um esquema disponibilizado pelo próprio Google para mostrar como funciona o processo.

Hashbang

Vale ressaltar que este processo só é garantido pelo Google. Não encontrei nenhuma informação se o Bing adotou o mesmo padrão para tal solução.

Mais detalhes desta implementação pode ser encontrados neste endereço: http://support.google.com/webmasters/bin/answer.py?hl=pt-BR&answer=174992

Como podemos ver este é um procedimento que exigirá um pouco mais de esforço, pois será necessária a implementação para devolução do instantâneo HTML e este também não garante a indexação pelos demais mecanismos de busca.

Além de persistir o problema do usuário não conseguir visualizar toda a informação caso não consiga executar JavaScript em seu navegador.

Hijax

Visto que a implementação com hashbang não soluciona o problema em definitivo encontrei uma segunda opção que se utiliza da técnica chamada Hijax.

Hijax consiste no desenvolvimento das páginas utilizando links estáticos, ou seja, sem hash, deixando as funcionalidades de AJAX para um script que é acionado através do evento OnClick das tags “<a href>”.

Exemplo:
<a href=”ajax.htm?foo=32″ OnClick=”navigate(‘ajax.html#foo=32′);  return false”>foo 32</a>

Um site que podemos ver esta técnica em prática é este: http://nettuts.s3.amazonaws.com/011_jQuerySite/sample/index.html

Notem que ao clicar nos links são adicionadas as hash ao final da URL, mas todos os links possuem seu href com links estáticos que serão indexados corretamente pelo Googlebot.

Sugiro que você também faça um teste desativando o JavaScript de seu navegador. Ao fazer isso e clicar nos links você verá que as páginas são carregadas normalmente, porém sem a utilização de AJAX.

O único problema encontrado nesta implementação é que se o usuário (com JavaScript ativado) copiar a URL e gerar um backlink para o seu site, este contará somente para página que encontra-se antes da hash, ou seja, o processo de Link Building ficará um tanto quanto comprometido dependendo da situação.

HTML5

HTML5Encontrei a solução que sana todos os problemas encontrados anteriormente no site da SEOmoz. Neste artigo é demonstrado como o comando pushState() altera tanto a URL quanto o Title da página sem a necessidade de recarregar toda página novamente.

Sintaxe: window.history.pushState(data, title, url)

Com a simples implementação deste comando do HTML5 é possível gerar links estáticos e indexáveis. Isto elimina todos os problemas com a utilização de hash e geração de Link Building. Além de aprimorar a experiência do usuário, pois não perde nenhuma funcionalidade do AJAX e mesmo que o JavaScript do navegador do visitante esteja desabilitado o conteúdo continua sendo exibido normalmente.

No site a seguir podemos ver este código funcionando: http://html5.gingerhost.com/

Conclusão

Agora com a utilização do HTML5 podemos criar sites com AJAX indexáveis pelos mecanismos de busca sem problemas. Nosso Link Building não será comprometido e a experiência do usuário pode ser aprimorada ainda mais.

 
Tags:
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
2 Comments  comments 
formats

Otimização de posts antigos

em SEO

Por diversas vezes posts antigos começam a ranquear bem nas buscas. Logo queremos ficar mais bem posicionados e descobrimos que ainda é possível falar mais sobre o assunto. Então somos surpreendidos pela seguinte questão: Escrever um novo post sobre o assunto ou otimizar o post antigo?

Reciclar Posts

Particularmente recomendo editar o post antigo pelos seguintes motivos:

  • URL já indexada
  • Provavelmente já existem links apontando para este post
  • A idade da página por diversas vezes contribui para o bom posicionamento, mas lembre-se que em alguns casos, como em sites de notícias, é mais relevante a informação mais nova, logo a melhor opção é um novo post.

Com o Google Panda, quanto mais completo for o seu conteúdo melhor. Então, procure abordar tudo sobre o assunto, adicione imagens, vídeos, recomendo até mesmo outros tipos de mídias como uma apresentação do SlideShare e arquivos para download.

Não deixe de ler o post Webwriting: dicas de como escrever bem para web.

No caso de blogs que usam o WordPress, é possível utilizar facilmente URL Amigável. Se você optou por não utilizar a data para compor a URL aqui vai uma dica caso deseje colocar este “novo post” na frente dos demais na listagem.

Exclua o post antigo e recrie-o utilizando a mesma URL. Desta forma você não perderá o Link Building que já foi criado e nem precisará se preocupar com indexar do zero este post, afinal a URL já esta indexada pelos buscadores.

Se você não usa um CMS (Content Management System – Sistema Gerenciador de Conteúdo) e não tem esta flexibilidade para alterar a URL recomendo que você crie um novo post completo e faça um redirecionamento 301 do post antigo para o novo. Desta forma toda a relevância da página antiga será transmitida para a nova e os impactos da mudança serão mínimos.

Sendo assim, você só precisará aguardar que o buscador atualize o conteúdo do seu post em seus servidores. Outra dica para acelerar este processo é utilizar as redes sociais.

Para esta estratégia funcionar ainda melhor, recomendo você remover as datas de seus posts e comentários, pois, segundo estudos feitos pela equipe da MestreSEO, isso favorece a visitação por parte dos usuários e faz com que os buscadores não consigam identificar a data de publicação do post.

Um post que apliquei este procedimento foi o que fala sobre o Analista de SEO. Originalmente o post ranqueava bem, mas o conteúdo era muito pobre. Constantemente adiciono novas informações para deixar o conteúdo melhor e graças a isso hoje se você procurar Analista de SEO no Google este post aparece entre as primeiras posições.

Agora que você já sabe como reciclar posts antigos, mãos a obra!

 
Tags:
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
3 Comments  comments 
formats

Nova Política de Privacidade do Google

em Google, SEO

Neste dia 1º de Março entrará em vigor a Nova Política de Privacidade do Google. Agora todos os produtos do Google irão compartilhar informações e graças a isso você receberá sugestões de pesquisas e anúncios mais personalizados de acordo com o seu perfil.

Para atender a esta nova política de privacidade foram realizados diversos ajustes, sendo que no dia 27 foram anunciadas no blog oficial da empresa 40 novas atualizações no Google.

Analisando o atual cenário de mudança de política de privacidade e cruzando com as recentes atualizações, fiz os slides abaixo para que possamos entender não só a nova política, mas o que ela afeta em questões de SEO.

 
Tags: ,
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
No Comments  comments 
formats

Testes de SEO: Desafio MestreSEO

em SEO

Uma das dicas mais disseminadas na área de SEO é que você realize muitos testes para comprovar a efetividade de supostas estratégias.

Teste de SEO

Vale lembrar que um teste de SEO é acompanhado de diversas variáveis. Vejamos alguns exemplos:

  • Nicho de Mercado
    O que funciona em um nicho talvez não funcione em outro.
  • Concorrência
    Dependendo da concorrência existente para a keyword que se deseja trabalhar os efeitos podem ser diferentes.
  • Tamanho do site
    Certas estratégias podem funcionar para um pequeno site, mas talvez não para um grande portal de notícias.

Um case de testes recentes que posso compartilhar com vocês é o do desafio da MestreSEO.

Primeiramente vamos definir o cenário em que foi realizado o desafio.

Cenário

A keyword utilizada para o desafio nunca havia sido utilizada antes. Ela foi criada única e exclusivamente para o desafio, assim como o seu significado e contexto.

O nicho da keyword estaria mais próximo do que considero “História Maia” e não existia concorrência.

Utilizei meu blog para participar do desafio. No momento ele indicava PageRank 3 e seu assunto principal é SEO.

Estratégia

Uma vez que meu blog fala sobre SEO, resolvi falar sobre o desafio em si e não sobre o personagem.

Agora vamos aos testes propriamente ditos.

Pioneirismo sobre tema

Ser um dos primeiros a falar sobre o tema ajuda a ficar na frente de seus concorrentes. Criei meu post, com pouco conteúdo, diga-se de passagem, após uma hora e meia após o lançamento do desafio.

Um pouco mais tarde adicionei mais conteúdo e divulguei no Twitter, Facebook, Google Plus, Tumblr e Orkut.

Vale ressaltar que só havia texto no post.

Este fato fez com que eu ficasse em 2º lugar na SERP.

Imagens, vídeos, SlideShare

Adicionei uma galeria de imagens, um vídeo falando sobre o calendário Maia, links para arquivos PPS e PDF além de um SlideShare.

Um detalhe que vale ser mencionado é que adicionei algumas vezes a keyword nos atributos ALT das imagens.

Estes itens trouxeram bons resultados, especialmente o SlideShare.
Por algum tempo o SlideShare ficou bem ranqueado sozinho.
Aqui vai uma dica: Quando publicar seus slides, verifique se o texto que fica na parte inferior foi transcrito corretamente. Caso não tenha sido, tente alterar o tema de seus slides para algo mais simples, pois pode ser ele quem interferiu na transcrição.

Identificação de autor e vinculação da sua página do Google Plus ao seu site

Fiz alguns ajustes no On Page do meu blog e um deles foi à adição do link do meu perfil no Google Plus na assinatura dos posts acrescido do parâmetro rel=author.

Outra coisa foi à adição da indicação de que eu possuo uma página no Google Plus.

O procedimento esta disponível neste post: Dicas na utilização de Social Plugins

Variação nas keywords

Variei de diversas formas a keyword. Neste caso não existiam sinônimos, mas por via de regra você deve utilizar sinônimos em seu conteúdo para ranquear bem.

Sites que recomendo do Google Plus

Com a ajuda de alguns amigos adicionei o link para o post em diversos perfis do Google Plus na área de “Sites que Recomendo”.

Isso fez com que eu ganhasse até duas posições em questões de horas.

Linkagem Interna e Link Building

Criei outros posts e adicionei o link em páginas estratégicas dentro de meu próprio blog. Isto ajudou, mas o que realmente fez a diferença na reta final do desafio foi o Link Building.

Analisando os concorrentes das primeiras posições, percebi que eles tinham muito mais links externos apontando para seus posts do que eu, mas mesmo assim constatei que links em redes sociais, agregadores e diretórios funcionam muito bem para este cenário.

Conclusão
Valeu a pena participar do desafio, pois foi um estimulo a mais para melhorar o blog, fazer diversos testes de SEO e aprender muito mais.

Sendo assim recomendo a você criar seu próprio desafio e com isto fazer testes de SEO para ver se consegue alcança-los.

Mas sempre tome cuidado se for fazer algum teste de SEO em sites de clientes. O mais recomendado é ter um site só para testes de SEO, pois caso você seja punido não estará prejudicando ninguém e nem sua reputação junto aos clientes.

Então como dito no inicio do post fica a dica de praxe: Duvide de tudo e teste para ver com seus próprios olhos.

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
1 Comment  comments 
formats

Analista de Mídias Sociais

Uma das profissões que esta mais em alto nos últimos tempos é a do Analista de Mídias Sociais. Ainda mais agora com o anúncio do Google e suas buscas sociais.

Este post vai mostrar tudo o que você precisa saber para se tornar um Analista de Mídias Sociais.

Mídias Sociais

O que é um Analista de Mídias Sociais?

Também chamado de Analista de Redes Sociais, é o profissional responsável por monitorar as redes sociais de seus clientes, criar estratégias e ações que visam divulgar os produtos ou serviços de seus clientes nos meios digitais. Também é função do Analista de Mídias Sociais identificarem qual o público alvo de seu cliente e desenvolver conteúdo para satisfazer suas necessidades, responder suas dúvidas e sanar qualquer tipo de insatisfação que tenha surgido nas mídias sociais.

O que faz um Analista de Mídias Sociais?

Não pense que basta saber usar o Twitter e subir fotos no Facebook para se tornar um Analista de Mídias Sociais.

É necessário conhecer a fundo todos os recursos das diversas redes sociais para que assim o profissional de mídias sociais consiga identificar como atingir corretamente o público alvo desejado e aumentar a visibilidade e até mesmo o faturamento das empresa que contratam seus serviços.

Outra tarefa muito importante é tentar resolver os problemas de insatisfação de clientes. É muito comum nos dias de hoje os clientes reclamarem nas redes sociais quando se sentem insatisfeitos com o produto ou serviço que adquiriram.

Deixá-los sem resposta pode agravar ainda mais a situação, não só pelo fato de perder este cliente, mas também pelo fato de que a reclamação pode afetar a opinião de outros clientes em potencial.

Pesquisam mostram que as redes sociais estão funcionando melhor do o PROCON.

Uma das melhores coisas para uma empresa é interagir com seus clientes nas redes socias, pois esta proximidade gera maior confiança e esta se reflete diretamente nas vendas de seus produtos ou serviços.

Também vale lembrar que não basta apenas divulgar, responder e interagir, o Analista de Redes Sociais precisa saber mensurar os resultados de seu trabalho e suas campanhas.

SEO e o Analista de Mídias Sociais

Não poderia deixar de relacionar o tema de mídias sociais com SEO.

Se você quer que seus negócios na internet façam sucesso rapidamente sem gastar muito recomendo você ter a sua disposição um Analista de SEO e um Analista de Mídias Sociais.

Esta dupla dinâmica é mais eficiente do que o Batman e Robin, pois o Analista de SEO vai criar conteúdo de qualidade para o Google indexar e o Analista de Mídias Sociais vai maximizar a velocidade da divulgação, sua amplificação e geração de Link Building.

Uma dica para aumentar a velocidade da indexação de novos conteúdos é o utilizar o Twitter. Como podemos ver neste post de Bruno Souza, o Twitter é uma fonte de conteúdo para os mecanismos de busca.

Qualquer segmento pode entrar nas Mídias Sociais?

Esta é uma das perguntas mais frequentes quando se fala de mídias sociais. E a resposta é SIM!

Alguns segmentos serão mais fáceis de entrar do que outros, mas um bom Analista de Mídias Sociais saberá como introduzir seus produtos ou serviços nas redes sociais e como interagir com seus clientes.

Um exemplo de algo que dificilmente entraria nas redes sociais é o personagem Katipsoi Zunontee e sua história. Este termo foi escolhido pela equipe da MestreSEO para o 4º desafio lançado por eles, onde o objetivo é ficar em primeiro lugar no Google para o termo.

É claro que todos os Profissionais de SEO correram para as redes sociais e criaram perfis do personagem, fan pages, hashtags, contaram e inventaram sua história, etc.

Sendo assim, acredite sempre há um modo de introduzir a sua empresa nas redes sociais.

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
9 Comments  comments 
formats

O que é hype?

Podemos definir hype como o assunto do momento, aquilo que esta dando o que falar. Geralmente é algo passageiro e atrai a atenção de muitas pessoas em um curto espaço de tempo.

Hype e o SEO

É muito comum encontrar sites ou blogs que vivem de hypes, pois o objetivo deles normalmente é ganhar dinheiro com programas de afiliados, adwords, propagandas, etc.

Sendo assim quanto mais acessos o site receber mais ele poderá faturar. Então nada melhor do que escrever sobre os assuntos que todos estão comentando no momento.

Mas isto não quer dizer que seja um trabalho fácil, pois existem muitos blogs e sites que agem desta forma, fazendo com que escrever sobre hypes exija um grande trabalho de pesquisa para encontrar os assuntos quentes antes de seus concorrentes e ainda criar conteúdo de qualidade para que assim sua página se destaque das demais.

Hypes recentes

Na área de humor podemos citar os memes, não são exatamente novidades, mas estão no gosto popular. Existem diversos sites que só postam tirinhas com memes e são muito visitados diariamente.

memes

Outro hype que esta bombando é o caso da Luiza que estava no Canadá, mas este ganhou proporções maiores, pois pode ser utilizado comercialmente por diversas empresas.

Saindo um pouco do humor, mas ainda dentro da área de entretenimento podemos citar o caso de músicos. Adele e Michel Teló estão com uma visibilidade gigantesca em todo o mundo, então são bons exemplos de hypes para serem utilizados.

Até mesmo na área de SEO existem hypes. Alguns que podemos citar são os recentes comunicados do Google sobre sua pesquisa influenciada por resultados pessoais e o Google Plus. Buscando hypes da nossa comunidade de SEO, existe o 4º Desafio MestreSEO Katipsoi Zunontee que esta mobilizando diversos profissionais para ver quem vai vencer.

Um ultimo hype que gostaria de citar são as leis SOPA, PIPA e ACTA. Estas leis norte-americanas estão gerando milhares de comentários contra e a favor, então explorar seu potencial pode trazer grandes resultados.

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
2 Comments  comments 
formats

Dicas na utilização de Social Plugins

Não é nenhuma novidade que os mecanismos de busca estão integrando cada vez mais as redes sociais em seus algoritmos de busca para que assim possam exibir resultados personalizados para cada usuário.

Este fato fez com que a grande maioria dos sites criasse perfis em redes sociais e começassem a divulgar em suas páginas, mas será que todos estão fazendo isso da forma correta?

 

Facebook

O Facebook costuma prender a atenção dos usuários por um longo tempo, então não é bom fazer com que o visitante saia do seu site para curtir sua Fan Page, pois pode ser que ele não volte. Sendo assim é recomendável que você utilize a Like Box disponibilizada na área para desenvolvedores do Facebook.

Like Box Facebook

Este Social Plugin é muito simples de configurar. Em poucos cliques você tem o código de um box personalizado para copiar e colar no seu site.

Vale lembrar que disponibilizar o botão de curtir em suas postagens ajuda a divulgar seu conteúdo dentro da rede social e atrair mais visitas sem a necessidade do usuário sair das suas páginas.

 

Twitter

A mesma regra do Facebook vale para o Twitter. Não há necessidade de o usuário ter que sair do seu site para te seguir no Twitter ou compartilhar conteúdo. Na área para desenvolvedores do Twitter existem códigos de Social Plugins para adicionar um Follow Button e Tweet Button.

 

Google Plus

O Google+ possui diversos recursos que auxiliam o algoritmo de buscas do Google a resolver diversos problemas clássicos como, por exemplo, plágio e autoria de conteúdo.

Identificação de autor

Para mostrar ao Google que você é o autor de determinado conteúdo basta você seguir dois passos simples:

  1. Adicionar em sua assinatura o link do seu perfil do Google+ juntamente com o parâmetro rel=author.
  2. Inserir um link do seu site em seu perfil do Google+.

Veja aqui a documentação oficial para realizar este procedimento.

Com isto seu conteúdo estará mais seguro, pois o Google sabe quem é o verdadeiro autor.

Vinculando sua Página ao seu site

Se você tem uma página no Google Plus, também é recomendável utilizar o Social Plugin disponibilizado por eles, pois a utilização do plugin interfere diretamente nos resultados do mecanismo de busca como o próprio Google informa:

Se você criou uma Página do Google+, é altamente recomendável vinculá-la a seu website e vice-versa. Ao vincular sua Página do Google+ a seu site, você poderá criar novos relacionamentos com amigos e seguidores, além de fornecer ao Google informações que podem ser usadas para determinar a relevância de seu site em uma consulta do usuário na Google Web Search. FONTE: http://support.google.com/webmasters/bin/answer.py?hl=pt-BR&answer=1708844

Google Plus

Realizando este procedimento os usuários já poderão adicionar sua página aos círculos deles sem sair do seu site.

Aproveite também para adicionar o botão +1 em suas páginas, pois isso também interfere nos resultados das buscas.

Conexão direta do Google+

Ao introduzir este Social Plugin em seu em seu site será possível configurar a “Conexão direta do Google+”.

A Conexão direta do Google+ possibilita que nas buscas se alguém digitar +SuaMarca você seja encontrado e adicionado aos círculos do usuário.

Com o plugin já implementado em seu site, basta você adicionar um link do seu site em sua página do Google+ para fazer a vinculação.

Conexão Direta do Google

Confira a documentação oficial para realizar o procedimento.

Aplicando estas dicas você potencializará a ação das redes sociais em seu site e ficará mais bem posicionado nos mecanismos de busca.

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
9 Comments  comments 
formats

Como se tornar um profissional de SEO de sucesso

Profissionais de SEO estão aparecendo aos montes todos os dias. Se você é um desses profissionais que acaba de ingressar na área, aprenda a ganhar destaque com estas dicas e ganhe maior visibilidade na comunidade de SEO.

Profissional de SEO

1 – Participe ativamente na comunidade

Não adianta você conhecer muito sobre como funcionam os mecanismos de busca se ninguém souber que você existe. Existem diversos fóruns de discussão onde os profissionais de SEO se reúnem para discutir as mais variadas ideias e esclarecer dúvidas. Participe você também respondendo as dúvidas, dando sugestões e quando tiver dúvidas não fique com vergonha de perguntar.

Compartilhe artigos interessantes e torne-se um formador de opinião e seja reconhecido por ajudar a comunidade. Utilize-se das redes sociais para ser acessível por diversos canais.

2 – Tenha cases para mostrar o seu trabalho

Da mesma forma que designers têm um portfólio com suas artes, você, profissional de SEO, precisa ter cases para mostrar que é bom.

No meu caso, um dos meus melhores cases é este blog. Se você procurar por Analista de SEO no Google, com certeza estou na primeira página (pelo menos até o fechamento deste post e continuarei trabalhando para que permaneça assim!).

3 – Participe de atividades na área de SEO

Durante todo o ano ocorrem diversos eventos de SEO como é o caso do Curso da MestreSEO, o UAISEO e o ExpOn, que são ótimas oportunidades para ficar por dentro das novidades, conhecer outros profissionais e aumentar seu networking.

Outra forma de interagir com os melhores profissionais da área de SEO é participar de desafios que existem dentro da comunidade. O mais recente desafio foi lançado pela MestreSEO. Este já é o 4º ano em que ocorre o desafio. O objetivo do desafio é ficar em primeiro lugar no Google para a keyword inventada Katipsoi Zunontee. Quem conseguir esta proeza até o dia 15 de Fevereiro ganhará diversos prêmios.

Seguindo estas dicas, estudando bastante e sempre mantendo o profissionalismo, você com certeza ganhará destaque na comunidade de SEO.

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
No Comments  comments 
formats

Por que participar do Desafio MestreSEO Katipsoi Zunontee?

Participando do 4º Desafio MestreSEO Katipsoi Zunonte, o profissional de SEO tem a possibilidade de colocar em prática as mais diversas técnicas de SEO e ver se elas realmente funcionam com um termo que não possui tanta concorrência, pois a keyword foi criada agora o que faz com que todos os que participantes que criaram páginas com este termo logo no começo do desafio tivessem a mesma relevância perante os mecanismos de busca.

Como Katipsoi Zunontee nunca havia sido utilizado antes pude ver como cada uma das técnicas afetou o posicionamento da página no Google.

Vejamos alguns itens que pude constatar:

  • Os primeiros a criarem páginas citando Katipsoi Zunontee ficaram mais bem colocados no inicio da competição independente da qualidade do material
  • Com o aumento da quantidade de páginas falando sobre Katipsoi Zunontee, o conteúdo começou a ditar as regras, ou seja, quem tinha melhor conteúdo ficou na frente
  • Com diversas páginas com conteúdo de qualidade, começaram a se destacar as páginas que adicionaram novos recursos ao conteúdo como imagens, vídeos, etc.
  • Em seguida foi à vez do link building e o trabalho em mídias sociais

É claro que existem outros fatores que influenciaram as primeiras posições, mas os itens acima eu pude constatar testando cada um deles.

Ainda não identifiquei todas as estratégias dos concorrentes que estão nas primeiras posições, mas alguns já mencionaram que usariam Black Hat.

Katipsoi ZunonteeUtilizar Black Hat não fere nenhuma das regras do desafio, mas em minha opinião, mesmo que o profissional esteja aprendendo mais sobre o Black Hat ele dificilmente poderá aplicar isso em um site de cliente.

Sendo assim prefiro continuar aplicando as melhores práticas de SEO White Hat e descobrir o que realmente funciona em curto, médio e longo prazo.

Nesta altura do desafio acredito que já apliquei todas as técnicas de White Hat que influenciam no ranking em curto prazo.

Agora vou iniciar os testes de estratégias de médio e longo prazo. Estou confiante de que estas serão as técnicas que farão com que o meu post seja o vencedor no dia 15 de Fevereiro.

A SERP do Google parece que se estabilizou nos últimos dois dias onde não tivemos muitas mudanças. Agora a coisa ficou seria e somente os melhores profissionais de SEO saberão o que fazer para ultrapassar seus concorrentes e ficar em primeiro lugar no Google para o termo Katipsoi Zunontee.

Independente de ganhar ou não o desafio já esta sendo um enorme aprendizado e estou marcando todas as minhas estratégias utilizadas e os resultados obtidos para que no final de tudo eu possa compartilhar em detalhes com vocês. Continuem acompanhando meu blog que ainda terão outras dicas durante todo o desafio.

Se você puder me ajudar compartilhe o meu post do Katipsoi Zunontee nas suas redes sociais. Até a Luiza que esta no Canadá já compartilhou.

Não entendeu a piada da Luiza? Assista ao vídeo abaixo:

Este comercial é exibido na Paraíba e virou uma das piadas mais utilizadas da internet chegando aos TT do Twitter. Até o cantor Lenine utilizou em um de seus shows.

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
No Comments  comments 
formats

Katipsoi Zunontee

Achou estranho o título deste post? Eu também acharia, mas ele tem tudo a ver com SEO.

Katipsoi Zunontee

Katipsoi Zunontee

O que Katipsoi Zunontee?

Katipsoi Zunontee é a keyword selecionada para o 4º Desafio MestreSEO.

Este desafio é uma competição que existe na comunidade de SEO brasileira com o intuito de estimular a todos os participantes a aplicar as mais variadas e inovadoras técnicas e táticas de SEO para ficar na 1ª posição do Google para um termo nunca visto antes.

Neste ano foi selecionada a palavra chave Katipsoi Zunontee.

No ano de 2008 o desafio consistia em escrever um guest post no site da MestreSEO. O vencedor foi Guilherme Nagüeva.

Um novo modelo surgiu em 2009, onde o foco era o posicionamento no Google. A palavra chave inventada para este desafio foi “nanuni kokoritu”, que rapidamente virou um hit na comunidade de SEO Brasileira. O vencedor deste desafio foi o Guga Alves.

Em 2010 o modelo com foco em posicionamento permaneceu e a keyword selecionada foi “nuvenus chovendus” e o vencedor de foi o Alan Niemies.

Mas o que significa Katipsoi Zunontee?

Aproveitando o hype do fim do mundo segundo o calendário Maia, foi criada a ficção de que Katipsoi Zunontee, um descendente de uma nobre linhagem Maia, aparecerá em nosso mundo. Katipsoi Zunontee é descrente da teoria do fim do mundo e pretende mudar tudo a ponto de não existir qualquer colapso em nosso mundo.

Segundo nossa ficção, os paranormais, acreditam que o Katipsoi Zunontee é o salvador da Terra, e muitos deles já previam que um descente Maia de nobre linhagem e de uma raça extinta seria o grande salvador da Terra.

Esta história ficou muito legal! Já pode até virar um filme!

Regulamento

O regulamento completo do 4ª Desafio MestreSEO – Katipsoi Zunontee pode ser encontrado no site da MestreSEO, mas vale ressaltar que o vencedor será escolhido no dia 15 de Fevereiro.

E o mais legal de tudo é que esta permitido a utilização de QUALQUER técnica de SEO, ou seja, estão liberados white hat, black hat e gray hat. Esse desafio vai ser muito legal, pois vai movimentar toda a comunidade e com certeza novas descobertas aparecerão com os testes dos participantes.

Prêmio

O vencedor, além de levar 6 meses de Assinatura Ouro da MestreSEO, irá participar em um MestreCast especial sobre o Desafio.

Já pensou eu participando de um MestreCast com o Ique Muniz e o Fabio Ricotta?!

Katipsoi Zunontee na Internet

Como já se era esperado o desafio com a keyword Katipsoi Zunontee continua movimentando a comunidade de SEO.

A equipe da MestreSEO criou um MestreCast dedicado ao desafio. Neste MestreCast são analisadas as principais estratégias que estão sendo utilizadas, principalmente a questão de poder utilizar Black Hat.

http://www.mestreseo.com.br/mestrecast/aprenda-com-desafio-mestreseo

Além de páginas para explicar mais sobre o desafio, também foram desenvolvidas outras mídias de divulgação.
SlideShare

PowerPointKatipsoi-Zunontee.pps

PDFKatipsoi-Zunontee.PDF

Estratégia dos concorrentes

Estão sendo utilizadas as mais diversas estratégias para alavancar com a keyword Katipsoi Zunontee, vejamos alguns exemplos:

Criar URL com a keyword exata

Praticamente todos os concorrentes estão utilizando o termo Katipsoi Zunontee em suas URL. Alguns até mesmo compraram domínios com esta palavra chave.

Aqueles que chegaram tarde para comprar o domínio .com começaram a criar suas variações com .info, .blog, etc. Além das inversões como Zunontee Katipsoi, reduções como somente a utilização de Zunontee, ou ainda a tentativa de fazer a divisão silábica da URL como ka-tips-oi-zu-non-tee.

Criar perfis em redes sociais

Outra estratégia que esta sendo muito utilizada é criar perfis em redes sociais. Já encontrei, ou melhor fui encontrado, por pelo menos 3 perfis do Katipsoi Zunontee no Twitter.

Perfis do Google+ e Facebook também foram criados, além de Fan Pages é claro.

Link Building focado nos concorrentes

Alguns concorrentes do desafio vieram até meu blog para deixar comentários com links para apontar para suas páginas que estão concorrendo.

Mesmo com os links do WordPress sendo do tipo nofollow acredito que eles estão em busca de visitas de qualidade, pois uma pessoa que esta na minha página do Katipsoi Zunontee, provavelmente, terá interessa em outras páginas falando sobre o mesmo assunto.

Na comunidade de SEO do Facebook houve uma discussão sobre os links nofollow e ao meu ver é uma estratégia que não passa link juice, mas traz visitas de qualidade.

Imagens de Katipsoi Zunontee

Mesmo sendo um personagem fictício já existem várias imagens que tentam ilustrar Katipsoi Zunontee. E claro que para complementar a história existem diversas imagens de templos e calendários maias rolando pela internet.

Vejam algumas imagens:

Calendário Maia prevê fim do mundo para 2012

Agora que você já viu muito da ficção de Katipsoi Zunontee chegou a hora de ver o que realmente dizem sobre o fim do mundo em 2012.

Abaixo esta um vídeo que mostra tudo sobre as profecias maias e estudos sobre o calendário maia. Uma equipe de reportagem foi até Quintana Roo, no México. A cidade atrai turistas e pesquisadores interessados no assunto.

Este será o meu post para participação. Então ele com certeza sofrerá muitas alterações até o dia 15 de Fevereiro.

Conto com a ajuda de todos para levar este prêmio. Então compartilhem, cliquem em curtir, ajudem a divulgar no Twitter, Facebook e Google Plus! Toda ajuda é bem vinda!

Créditos da Imagem: Archer10

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
11 Comments  comments